Presente e descoberta…”Zé do Caroço”

Esta semana tive um lindo presente e descoberta da minha querida Carol, com a que tenho a sorte de trabalhar e disfrutar da linda luz que projeta.

Depois de um almoço sem marmita, pero muito gostoso, um e-mail na minha caixa de entrada compartilhando uma música, linda, com uma letra muito boa, “Zé do Coroço”, e pesquisando conheço a história do Zé do Coroço, nordestino que migrou ao Rio, que morava no morro do Pau da bandeira, no Rio de Janeiro. Ele por médio de um “autofalante” se dedicava a comunicar de forma alternativa, pelo bem da favela.

A sambista, Leci Brandão, ficou sabendo a história e imortalizou a mesma na música “Zé do Caroço” na década dos 80. Para isso teve que mudar de gravadora, já que na primeira foi proibida, pelo caráter sócio-político.

Muito obrigada Carol pelo presente em forma de descoberta musical! Muito obrigada pelo seu carinho! É um grande prazer trabalhar com você e ter a sua amizade!

Gratidão!

http://www.youtube.com/watch?v=DvZxNqE5gOI

“Zé do Caroço” – Leci Brandão

No serviço de auto-falante
Do morro do Pau da Bandeira
Quem avisa é o Zé do Caroço
Que amanhã vai fazer alvoroço
Alertando a favela inteira

Aí como eu queria que fosse em mangueira
Que existisse outro Zé do Caroço
Pra falar de uma vez pra esse moço
Carnaval não é esse colosso
Nossa escola é raiz, é madeira

Mas é o Morro do Pau da Bandeira
De uma Vila Isabel verdadeira
E o Zé do Caroço trabalha
E o Zé do Caroço batalha
E que malha o preço da feira

E na hora que a televisão brasileira
Destrói toda gente com a sua novela
É que o Zé bota a boca no mundo
Ele faz um discurso profundo
Ele quer ver o bem da favela

Está nascendo um novo líder
No morro do Pau da Bandeira
Está nascendo um novo líder
No morro do Pau da Bandeira
No morro do Pau da Bandeira
No morro do Pau da Bandeira

LelelelêLelelelelelelelelê
LelelelêLelelelelelelelelê

Esta entrada fue publicada en Sin categoría y etiquetada , , . Guarda el enlace permanente.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *